"25 anos da aids."

Autor: Revista Epoca

Buscar na Web "Revista Epoca "

Quando: 2006

"A imagem da aids era o Cazuza. Não queria ficar daquele jeito" Negar o vírus era a única defesa em uma época sem perspectivas Hugo Hagström, 45 anos.Ele se recuperou do estado terminal e hoje milita no Grupo de Incentivo à Vida "Tenho 21 anos de HIV. Fui vítima de meu autopreconceito. Ele foi infinitamente maior que o preconceito da sociedade. Neguei o vírus por muitos anos. Recebi o diagnóstico em 1985. Muitos amigos dessa época não resistiram. Morriam às dezenas. Só amigos próximos foram oito. As pessoas morriam de abandono e preconceito. Revelar a aids naqueles tempos significava assumir a homossexualidade e a doença ao mesmo tempo. Eram dois carimbos: gay e aidético. Isso matou muita gente